Ficosul-99 põe mercado da Estética na mão de Curitiba
Marilena Braga

Fortalecer o mercado de Cosmética e Perfumaria no Sul do Brasil , com atenção para as outras regiões do país e os vizinhos do Cone Sul , é a intenção da Ficosul-99, que se instala em Curitiba nos dias 22, 23 e 24 de agosto, no Centro de Convenções de Curitiba . A Feira Internacional de Cosméticos, Perfumaria, Estética e Equipamentos – Ficosul-99, será realizada pela primeira vez no Brasil e já teve duas versões anteriores, em Lisboa, Portugal, nos anos de 96 e 97, quando expositores europeus e brasileiros tiveram oportunidade de fazer negócios e desenvolver pesquisas em comum. O Centro de Convenções de Curitiba, segundo Julia Helena Basso, diretora comercial da Intercontactus, empresa que idealizou a Feira , tem as proporções ideais – 9 mil metros quadrados e um auditório com capacidade para 1.500 pessoas – para abrigar um encontro de ciência e beleza.

A Ficosul tem um total de 87 stands disponíveis, de 6 a 18 metros quadrados. Até agora, quando a Feira começa a ser divulgada, trinta por cento da área já está ocupada por empresas que se adiantaram nas reservas de espaço, na esteira do sucesso de outro empreendimento dos organizadores, a Etnic , Feira Internacional de Cosméticos e Produtos Afro-Étnicos , realizada em São Paulo, no Expo Center Norte, em 97 e 98 e que será reeditada em setembro deste ano , sob o comando de Carlos David Saguie, diretor geral da Intercontactus . Vivendo em Curitiba e organizando feiras comerciais em diversos locais do Brasil, Julia Helena Basso considera um desafio fazer da Ficosul-99 um êxito para a Região Sul e países do Mercosul, que têm uma indústria cosmética desenvolvida e, até agora, não catalogada plenamente como potencial econômico.

Beleza e responsabilidade

Curitiba e Região Metropolitana têm mais de oitenta empresas, entre médias, pequenas e grandes , que se ocupam com produção destinada à estética e tratamento facial e corporal. Uma Feira do setor coloca a cidade no calendário de eventos paralelos , movimentando diversas áreas. A Ficosul-99 vai se instalar em conjunto com o I Congresso Internacional de Odontologia Estética , que somará com informações dos avanços científicos nos tratamentos buco-faciais, um campo importante ligado à estética e equilíbrio das funções do rosto e corpo . De igual forma, dermatologistas e cirurgiões plásticos são esperados para o evento. Um encontro onde a indústria estará ladeando os avanços da medicina e odontologia estética , com resultados positivos.

Informação e lucro

Também paralelo à Ficosul-99 será o Encontro do Mercado de Cosméticos , já realizado na Bahia, onde estiveram presentes 170 empresários de todo o Brasil. Profissionais do setor vão falar sobre Tendência do Mercado, Registro e Legislação, Gerenciamento e Marketing de Produtos, Controle Microbiológico, Formulações, Matérias-primas, Boas Práticas de Fabricação e Controle, além de realizarem mesas redondas sobre Formas de Vendas e Embalagens. O ENCO dá oportunidade a que pequenas empresas tenham acesso a informações da área de cosméticos , diminuindo as dificuldades na produção.

Há três anos a idéia de instalar a Ficosul em Curitiba vem amadurecendo. Julia Helena Basso se reuniu várias vezes com Margateth Pizzato, do Centro de Convenções de Curitiba, e concluiram que a cidade já está preparada para bancar um evento dessa natureza. Pelos negócios gerados nas feiras realizadas em Lisboa , onde estiveram presentes empresários, investidores e compradores , foi possível avaliar o valor do mercado cosmético. Entre as empresas brasileiras que levaram seus produtos a Portugal, a maioria está hoje exportando. Entre elas a Valmare, Himode, Ecologie, Shizen, Skultural ( griffe dos produtos Hebe Camargo), Davene, Làqua di Fiori, Romannel, Life Cosmetic, além de uma das maiores do setor no Brasil, a Natura, que com a Avon e a paranaense O Boticário forma o trio das indústrias que mais vendem no setor dentro do Brasil .

Os promotores da Ficosul-99 aguardam que após a Feira, em agosto, os dados sobre a movimentação financeira na área de Cosmética e Perfumaria fiquem evidentes. A informação atual é que 4 bilhões e 500 milhões de reais incorporados ao PIB – Produto Interno Bruto – brasileiro são gerados pelo setor. Em exportações, em 97 foram contabilizados 80 milhões de dólares , que podem subir para 320 milhões de dólares em 2002 , se o governo atender a algumas reivindicações da ABIHPEC – Associação Brasileira da Indústria da Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos , presidida por João Carlos Basílio .




 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

fotos: Avon/divulgação