Fé humana

(Colaboração de Fernando G.de Oliveira, Brasília-DF)

O texto é de Eduardo Muniz Rezende, Fundador da Academia Brasileira de Ciências Mentais. Nascido nos Açores, veio para o Brasil em 1962, em 1964 emigrou para os Estados Unidos onde viveu oito anos; em 1972 regressou ao Brasil onde fundou a Instituição Silvio Maia Control do Brasil. Esse trabalho de cinco anos que você vai ler agora em sete minutos, ele intitulou de FÉ HUMANA. O tema FÉ HUMANA foi desenvolvido para ativar esse mínimo de fé que todos nós possuímos, e que muitas vezes não utilizamos. FÉ HUMANA não é FÉ divina, FÉ HUMANA é FÉ em si mesmo. FÉ em si mesmo é sentir que onde quer que você se encontre, você tem condições e confiança de que pode depender das suas possibilidades. FÉ nas suas possibilidades é não precisar depender nem esperar pela ajuda de outros para resolver seus próprios problemas, qualquer um de nós tem o mesmo cérebro, os mesmos músculos, os mesmos nervos, os mesmos ossos, que qualquer pessoa de sucesso têm, a diferença está na FÉ que cada um tem nas suas possibilidades.

Precisamos ter consciência da força da FÉ HUMANA, porque foi dela que nasceu tudo que já se realizou até hoje nesse planeta. Sabemos que o principal elemento para se obter FÉ é sentir primeiro um forte desejo ou interesse. Essa atitude motiva e, partindo daí, a atividade mental e intelectual do indivíduo fornecerá inspiração e energia suficientes para alcançar o objetivo desejado. Aquilo que o indivíduo quer e espera se tornar algum dia é determinado pela FÉ que ele tem nas suas possibilidades. A vida em si é para ser naturalmente boa. Ela existe para evoluirmos e produzirmos afeto. Ás vezes passamos por situações que são autênticas crises, mas isso é o tempero da vida. É lamentável ver pessoas, as quais não falta saúde nem inteligência, viverem preocupadas com minúsculos problemas, que acabam por faze-las perder o entusiasmo pela vida e o vigor para a luta. Sabemos que a vida não é um jardim de rosas, mas também não é um campo de lixo. A vida é uma viagem cheia de lições e experiências em constantes desenvolvimento.

Se o futuro nada mais é do que um presente dinâmico, qual o principal objetivo da nossa evolução senão incluirmos fé humana. Existe uma lenda que conta que os deuses decidiram criar o universo .Criaram então o sol , a lua, as estrelas e, aqui no planeta terra, criaram os animais, as plantas, os mares, as montanhas, etc. Depois criaram os seres humanos e finalmente decidiram colocar a essência da fé à disposição dos seres humanos. Nesse momento surgiu um problema, um deles disse: "Mas nós vamos dar uma essência dessas aos humanos assim gratuitamente?Não concordo". E aí um outro sugeriu: "Podíamos ao menos dificultar a posse dessa substância, de modo que trabalhem para encontrá-la. Disse outro: "Poderíamos escondê-las no fundo de um oceano ou nas montanhas mais altas, assim, uma vez encontrada, eles saberiam usá-las devidamente". Até que por fim o mais sábio dos deuses disse: "Nada disso. Nós esconderemos a FÉ no coração de cada ser humano. Dessa maneira ele vai percorrer o planeta inteiro e procurar por toda a parte sem saber que a própria FÉ está dentro de si mesmo o tempo todo". E assim é.

Cada um de nós carrega consigo essa força que muitos esquecem de usar nos momentos difíceis, acreditamos no poder da mente e na força da sua criatividade. A mente é a principal faculdade da inteligência humana e sabemos que quando a energia subconsciente é conscientemente dirigida tem o poder de tornar uma pessoa saudável em doente ou uma pessoa doente em saudável". Alexi Carrell, médico e cientista francês, autor do livro "O Homem Esse Desconhecido", disse que emoções de raiva, ódio, ressentimento, culpa e medo podiam criar lesões físicas muito sérias. Hoje sabemos que os sentimentos de perdão, amor, afeto ou carinho podem libertar pessoas presas a problemas graves de ordem física, mental ou emocional. É indiscutível que simpatia e afeto encorajam todos os seres vivos. A FÉ verdadeira é calma. É persistente porque tem o seu apoio na inteligência e no livre arbítrio. Ela não é só entusiasmo, é também a confiança que o indivíduo tem nas suas possibilidades. Tem como fator principal uma atitude positiva em relação aos seus objetivos, FÉ em você mesmo é FÉ no seu destino.

Por que a FÉ? Por que FÉ é a chave mestra da mente humana, dispensa análise e raciocínio, desconhece limitações e dúvidas. A FÉ é a sua crença pessoal, o elemento que determina a ação da sua mente em todos os seus níveis. A FÉ é uma atitude que contribui para a evolução humana, e estará contribuindo para a evolução humana todo aquele que estiver trabalhando na sua FÉ. Não conhecemos ninguém que tenha poder sobre si mesmo sem possuir FÉ nas suas possibilidades. A sua vida é o seu melhor mestre pois você está sempre lidando com situações que lhe dão constantemente a oportunidade para você testar a sua FÉ, Walter Russell disse que a essência real da grandeza dos homens não está escrita em livros nem pode ser encontrada em universidades, está dentro da consciência daqueles que procuram se aperfeiçoar de maneira criativa e compreensiva . A energia que nos motiva não está no nosso corpo, é parte da inesgotável fonte universal e cuja intensidade é estipulada pelos nossos desejos e vontade. Isso acontece pois todos os grandes homens sabem que cada evento e cada experiência da vida afetam os próximos eventos e as próximas experiências. Sabem ainda que o fracasso e o sucesso não são produto de um momento, mas sim, de todos os momentos da vida.

O ser humano é ao mesmo tempo uma combinação complexa e simples, complexa em termos de ciência e simples em termos de ser apenas uma parte infinitesimal de todo o universo. Assim como uma gota de água do oceano contém todas as propriedades contidas no oceano, também o ser humano possui todas as propriedades contidas no universo.

Vejamos: um conjunto de átomos formam uma molécula, um conjunto de moléculas formam uma célula, um conjunto de células formam um órgão, um conjunto de órgãos formam uma pessoa, um conjunto de pessoas formam uma comunidade, um conjunto de comunidades formam uma cidade, um conjunto de cidades formam um estado, um conjunto de estados formam um país, um conjunto de países formam um continente, um conjunto de continentes formam um planeta, um conjunto de planetas formam um sistema solar, um conjunto de sistemas solares formam uma galáxia, um conjunto de galáxias formam o universo. Partimos do micro para o macro cosmos. De que serve todo este universo dentro e fora de nós, se a maioria das pessoas continuam indiferentes e indecisas quanto à solução de minúsculos problemas? Aonde está o entusiasmo de cada um? Força motivadora das gerações e da evolução humana, aonde está esse mínimo de fé que você precisa ter em você mesmo? E onde você acha que vai encontrá-la?