Marilena Wolf de Mello Braga é jornalista, formada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná em 1974. Curitibana, há 25 anos está entre os principais formadores de opinião do estado. Pioneira - foi a primeira mulher a editar jornalismo político no Paraná e a primeira articulista diária - deixa um silêncio de dois anos para se associar ao pensamento nacional através do jornalismo exclusivamente virtual. Sua atual preocupação é integrar a visão cultural brasileira à dos outros países que compõem o Mercosul, inclusive os países convidados, Chile e Bolívia.

Polêmica, reflexiva, intimista, sua sensibilidade para tratar uma notícia é conhecida. Sua obediência aos princípios éticos, uma marca. "Minha profissão é minha devoção", confessa. "Nada substitui a lealdade e coragem que, aliadas ao pensamento lúcido, justo - e implacável, quando necessário - são as leis particulares que cada jornalista preserva como um dote da consciência".