O escritor Jamil Snege, 30 anos depois.

O curitibano Jamil Snege é escritor. Todos o conhecem como publicitário, criador de slogans que marcaram a história da publicidade do Paraná . Mas o que Jamil é mesmo só os que acompanham suas pesquisas de textos e a sistemática perserguição editorial sabem: é um homem de profunda reflexão sobre a vida e sua finitude, ainda que mascare com ironia a aventura de viver.

Amanhã , das 11 horas em diante, Jamil estará autografando, na Livraria Guignone, na Rua das Flores, seu último livro, "Viver é prejudicial à saúde", exatos trinta anos depois de sua primeira publicação , "Tempo Sujo", de 1968, lançado pela Escala, Laboratório de Cultura. Na primeira tentativa literária, dedica o livro "às personagens , que me pouparam o trabalho de inventá-las". No livro que lança hoje, assumindo sua identidade definitiva de escritor, Jamil Snege volta o olhar para si mesmo, um homem cercado pelos limites do tempo.





Três décadas
mudaram o autor.